Uma casa no Rio Negro na Amazônia, Brasil, enviada para a competição de fotografia do GLF Amazônia. Ben Duarte

GLF Amazônia através dos números

Os principais números da Conferência Digital do Fórum Global de Paisagens sobre o Bioma Amazônia

This post is also available in: Inglês Espanhol

A preocupação global com a floresta amazônica está aumentando, já que esta maravilha ecológica enfrenta ameaças crescentes de incêndios, desmatamento e mudanças climáticas. Tudo isso está transformando cada vez mais uma esponja crucial de carbono em um emissor de carbono, o que não ajuda na luta contra o aquecimento global. De 21 a 23 de setembro, o Fórum Global de Paisagens sediou o GLF Amazônia: O Ponto de Inflexão, uma conferência digital que reuniu milhares de pessoas de todo o mundo para encontrar soluções para essa crise.

Aqui estão alguns dos principais números do evento:

  • 5.833 participantes de 115 países, com 4.361 de 27 países da América Latina e do Caribe.
  • Os três principais países por participantes: Peru (1.261), Brasil (1.257) e Colômbia (736)
  • Dos participantes, 3.054 eram mulheres, e 3.055 eram jovens (com idades entre 18 e 35)
  • 278 palestrantes, 137 dos quais eram mulheres
  • 9 plenárias e 3 plataformas de lançamento
  • 53 participantes em seminário de jornalismo
  • 115 organizações parceiras, 16 parceiros de mídia 4 patrocinadores
  • 54 hits de mídia, com um alcance potencial de 64.294.507
  • 10.563 visualizações online – com 26.400 visualizações no Facebook, 1.688 visualizações no Twitter e 587 visualizações ao vivo no Instagram
  • Alcance do evento nas redes sociais de mais de 27.3 milhões em 58 países
  • Mais de 112 milhões de impressões nas redes sociais
  • Pelo menos 384.510 engajamentos nas redes sociais
  • 6.952 postagens nas redes sociais usando #GLFAmazonia
  • Ganho de 7.883 seguidores em plataformas de redes sociais
  • 3 programas diários para jovens

O evento contou com a participação de jovens ativistas em uma competição de histórias durante os programas diários para jovens. Os vencedores foram Ribaldo Piaguaje do Equador (1º), Mery Nube Utitiaj Nunink do Equador (2º) e Luis Carlos Ramos Gomez da Colômbia (3º).

Um festival de cinema também ocorreu durante a conferência, apresentando cineastas e seus trabalhos na região amazônica em exibições de filmes e painéis de discussão:

Além disso, a conferência incluiu um concurso de fotografia. Todas as fotos enviadas podem ser encontradas aqui.

O primeiro lugar foi conquistado por Yair Suárez Salazar, da Colômbia, com a foto “Tecendo o rio”, tirada em San Pedro de los Lagos, na Colômbia.

O segundo lugar foi para Wilfredo Karwarupay Poje, do Peru, com a foto “Mineração ilegal e o grito da natureza”, tirada em Madre de Dios, no Peru.

E o terceiro lugar foi para Mariana Oliveira, do Brasil, com a foto “Lago Verde durante a enchente”, tirada em Santarém, Pará, Brasil.

Se você perdeu alguma sessão, pode voltar e assisti-la novamente na plataforma do evento por mais duas semanas. Você também pode ler citações de destaque do evento ou um resumo do Dia 1Dia 2 e Dia 3 da conferência.

BE PART OF THE MOVEMENT

Finally…

…thank you for reading this story. Our mission is to make them freely accessible to everyone, no matter where they are. 

We believe that lasting and impactful change starts with changing the way people think. That’s why we amplify the diverse voices the world needs to hear – from local restoration leaders to Indigenous communities and women who lead the way.

By supporting us, not only are you supporting the world’s largest knowledge-led platform devoted to sustainable and inclusive landscapes, but you’re also becoming a vital part of a global movement that’s working tirelessly to create a healthier world for us all.

Every donation counts – no matter the amount. Thank you for being a part of our mission.

Sidebar Publication

Related articles

Related articles